Dirce Carneiro por Diana Gonçalves
Pensamentos... palavras e poesia... em ação...querendo alçar voo, em mutação...
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Prêmios Livro de Visitas Contato Links

Imagem Google

DIA D HORA H
 
Pandemia
é o que norteia esses dias.
A vida por um fio
o fio da seiva que não tem
 
Urgente ser descoberta
a cura, que não vem
 
O antídoto, enfim, há
descobre-se no oriente
bem longe,  do outro lado
mas o mundo é um aqui
 
Estaria perto, a cura
por vias diplomáticas
que nossa terra não tem
 
As vidas que se foram
escritas nas mãos
dos que negaram
dos que saíram
sem precisar
 
A vida dos que se foram
na ânsia de salvar e cuidar
estes são inscritos
na linha da mão de Deus
 
 
Ai dos que desdenharam
negaram
insuflaram
desdenharam
 
Seus nomes inscritos
Na indelével linha
do eterno Universo
que não dorme
nem se engana...
 
21.01.2021
21h
DIANA GONÇALVES
Enviado por DIANA GONÇALVES em 21/01/2021
Alterado em 21/01/2021
Comentários