Dirce Carneiro por Diana Gonçalves
Pensamentos... palavras e poesia... em ação...querendo alçar voo, em mutação...
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Prêmios Livro de Visitas Contato Links
SER POETA
 
DEBATE ONTEM NO LANÇAMENTO ANTOLOGIA POETRIX 6 - 20 ANOS. CASA DAS ROSAS - SÃO PAULO - SP - BRASIL
Suscitada pelo Dr. Miguel Angel, cirurgião dentista, enriqueceu o momento com sua presença, nos perguntou se cada um dos presentes "sente-se Poeta". Pena que não houve tempo para o debate profundo, cada um expor seu pensamento e uma conclusão. Aqui vai meu pensamento, mais como pontos a serem debatidos, do que a completa tradução da matéria, que exigiria muito mais tempo e muito mais poetas a falarem sobre o assunto:
Pensando ontem no debate que tivemos (infelizmente já na última hora na Casa das Rosas), sobre o sentir-se Poeta, o assunto encaminhou-se para o conceito de ser Artista, um Acadêmico, um Técnico, um perfeccionista de regras.
Quanto a ser Poeta, penso eu que a diferença está entre ser Artífice e Artista.
Assim, há os que aprendem determinado Ofício e o executam com perfeição.
O Ourives, o Engenheiro, o Arquiteto, o Sapateiro, o Pintor, o Escultor, o Escritor de Romance, Contos, Crônicas, Artigos, o Cirurgião Plástico, o Médico, o Cirurgião Dentista. Na Poesia, o Sonetista, o Poetrixta, o Haicaísta, o Trovista, tantos que fazem com perfeição técnica o mister a que se dedicam.
Mas o que é ser um Artista da Poesia? Ou de qualquer outro ofício e atividade? O que é ser Artista - Arte no sentido não formal, mas no sentido emocional, capaz de mover estruturas de pensamento, despertar emoções, sacudir com um susto, um salto as camadas de percepção?
Esta é pergunta que se coloca.
Penso eu que o âmago da questão está ligado à essência de cada um. Vem no DNA.
É um modo de ver e se colocar no mundo, que transcende a realidade percebida e transparece na expressão, com auxílio de palavras, pincéis, tintas, cinzéis, bisturi, pranchas, o olhar ao paciente, até o mover-se cotidianamente no passar das horas. É sofrer até na incerteza do que se é:

"Eu só sei que nada sei" (Sócrates) ou
"Não sou nada. 
Nunca serei nada. 
Não posso querer ser nada. 
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo."
(Fernando Pessoa - Álvaro de Campos)

É como Fotografia, todos são capazes do Clic. Mas o olhar é de cada um.
Todos são capazes de clicar. Mas fotografar depende do olhar.
Todos são aptos a escrever, a construir poemas.
Ser Poeta - Artista: muitos são os chamados, mas poucos os escolhidos.
A Poesia escolhe - e o faz quando se nasce.
DIANA GONÇALVES
Enviado por DIANA GONÇALVES em 13/06/2019
Alterado em 13/06/2019
Comentários