Dirce Carneiro por Diana Gonçalves
Pensamentos... palavras e poesia... em ação...querendo alçar voo, em mutação...
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Prêmios Livro de Visitas Contato Links
SIGNOS KÁRMICOS DO PT, LULA, DILMA E JÔ SOARES
Na vida, há buscas.  Numa dessas, percorri um caminho que muitos fazem como um estágio, um degrau, uma etapa para a conscientização de novas formas de conhecimento, até chegar ao estágio atual, o da convicção de que o conhecimento habita em cada um de nós, jaz adormecido à espera do despertar mediante o beijo da sede do verdadeiro saber e da busca necessária e inevitável, a qual pode ser postergada, mas jamais evitada.
Pois bem,  tive um encontro com uma Psicóloga e estudiosa  de Astrologia, famosa, escritora em um grande jornal do País, onde mantinha uma coluna.
Os conceitos emitidos neste artigo são frutos desses estudos, com o objetivo de dar passos adiante no autoconhecimento.
O que diz respeito a mim, particularmente, não é o intuito deste texto, mas sim o que foi abordado, como exemplo,  sobre o Partido dos Trabalhadores, o PT e na época seu líder mais em evidência – Luiz Inácio da Silva, o Lula, ainda líder sindical.
O estudo era sobre os Signos Cármicos, que se refere à existência de 6 (seis) pares de níveis de consciência equivalentes a 6 (seis) pares de níveis de aprendizados diferentes, em contraposição aos 12 signos do zodíaco, vistos cada um separadamente.  A cada elemento do par, corresponde uma lição, ao todo 12 lições.
Grosso modo, cada par significa o aprendizado que uma pessoa precisa aprender com a outra e vice-versa.  
Níveis: Biológico, Sociocultural, Individual e Transpessoal.  Biológico (básico), Sociocultural (evolui para esta preocupação); Individual (assimilados os dois primeiros, passam a analisar a própria história); Transpessoal  (dissolução do ego, já venceu os níveis anteriores).
Importante frisar que o signo atribuído à pessoa não é o signo do seu nascimento (signo do sol, quando a pessoa nasceu, veio à luz) e sim o signo atribuído a ela de acordo com as características do seu caráter e personalidade, que determinam  o modo de existir nesta vida.
Os pares:  Áries/Libra; Touro/Escorpião; Gêmeos/Sagitário; Câncer/Capricórnio; Leão/Aquário; Virgem/Peixes.
Vamos ao PT.  Já venceu os dois primeiros níveis. Entrou há algum tempo no Individual , nível da análise, exame.
Fundado no dia 10 de fevereiro de 1980, no Colégio Sion  em São Paulo. Portanto, de nascimento, é Aquário.  É um aquariano nato, de nascimento e kármico. O signo do Novo,  lembremos a Era de Aquário, a Nova Era, a Era do Amor, da Amizade, da Fraternidade, o surgimento de uma Nova Consciência.
Suas características cármicas: consciência social; reconhecimento da condição humana no indivíduo; questionamento do poder e da autoridade; lida mal com subalternos, por causa do conceito de igualdade; identifica-se com o coletivo; gosta de realizar trabalho em grupo; tem medo de brilhar; não sabe lidar com dinheiro; valores intelectuais; não sabe lidar com o poder; sacrifica a família pela causa coletiva; alguns são prejudicados.
O oposto de Aquário é  Leão, de onde vem o aprendizado e aperfeiçoamento para exercer sua missão:
Características cármicas de Leão: egocentrismo, orgulho; brilho, gosta de brilhar; irradia luz e calor, domina, cobra, é generoso; protege como um Rei mas cobra os súditos; temperamento forte; é uma criança alegre; reconhece e respeita o poder e a hierarquia; gosta e cuida da família.
Existe neste par convivência e confronto  tais como:  O Sol e a Humanidade; o Rei e o Povo; a Missão e o Poder;  a Luta e a Conquista; a Igualdade e a Individualidade;
Qual o aprendizado, no caso, do PT,  na sua trajetória?
A História do PT é norteada pelas lutas, pela organização grupal, pelo enfrentamento de autoridades, patrões;  pelo conceito de  igualdade, lida mal com os subalternos, por causa desse mesmo conceito de igualdade (talvez confie demais, delegue demais, seja ingênuo demais, não saiba separar os papéis exercidos por cada um);  prioriza as causas coletivas, do povo, das organizações, gosta de trabalhar em cooperação com outros grupos, outros partidos, outras instituições, países, busca parcerias; por muito tempo teve problemas com o poder que tinha e tem e talvez até o desconhecesse, o brilho era ofuscado pela luta, pela trajetória, pelo processo em si e não pela chegada a um objetivo que poderia ser o Poder; medo do Poder, não sabia lidar com o próprio poder e o Poder constituído, que seriam os cargos executivos, os postos de mando, Prefeituras, Governos, Presidência;  o Legislativo era  e ainda é a sua área, a sua praia, onde exerce como ninguém o que sabe fazer por excelência que é a cooperação, a interação, as parcerias, as conversas, os trabalhos de base, o contato com o povo  e povos; outro aprendizado é com dinheiro, era de se esperar de um Aquário com tais características.
Vamos pegar a figura de Lula e depois de Dilma, que representam o estágio atual do Partido e o aprendizado ao qual se submeteram.
Lula, nascido em 27 de outubro de 1945. Publicamente, confunde-se com o PT 10/02/1980.
Considerado sozinho, creio esteja no nível Transpessoal (dissolução do ego).
Examinemos à luz de Aquário, PT e Lula.  O que ele aprendeu? Quais os desafios que venceu? Que lições para chegar ao cargo executivo, o Poder? Quais as características de Leão lhe foram úteis e necessárias?
O aprendizado:  lidar com o próprio poder, aceitar brilhar, comandar, centralizar; aprender com a decepção com os amigos; aprender que nem sempre andar em grupo é a melhor solução; de tanto negar o poder nesta e em outras vidas, pode/pode/poderá, no passado, no presente e no futuro, ascender muito rápido no trabalho; o seu aprendizado é com Leão, porque a lição de Aquário já conhece desta e de outras vidas.
E a Presidente Dilma?  Nascida em 14 de dezembro de 1947. As suas características nos apontam para o Leão que precisa conviver com Aquário (Lula e PT) para o seu aperfeiçoamento, para as suas lições.
Vejam que interessante: como Leão, a Presidente não tem medo do Poder, tanto que aceitou ser candidata; precisa ser mais flexível, menos carvalho (altivo e orgulhoso) e mais bambu (flexível e humilde – humilde=verdade, interpretar corretamente a realidade e aceitá-la nas vitórias e nos insucessos); interagir mais com seus comandados; como Leão (Sol, Rei) brilha, irradia luz, calor, cobra, é generosa; protege como um Rei (Rainha) e cobra seus súditos – precisa refletir sobre isso; seu temperamento é forte, ao mesmo tempo, é também uma criança alegre; não tem problemas com poder e hierarquia; gosta e protege a família.
Dilma já fez as  lições de Leão em outras vidas, nesta, precisou ou precisa aprender com Aquário, por isso  a vida presente lhe apresentou a trajetória dentro do PT e seu encontro com Lula.
Pessoalmente, se considerarmos o seu signo de nascimento, Sagitário, tem problemas com a Comunicação, o que precisaria aprender com Gêmeos (signo  cármico de Jô Soares), mas isto exigiria um estudo dedicado só a eles. Algumas pinceladas: pessoa difícil, exigente, cobradora; ligada ao estudo, teorias, amor ao conhecimento; pouco flexível, não cede facilmente; valoriza a verdade posta, a dos livros, comprovada; não gosta de papo furado, não é conversadora, é monossilábica; gosta de dogmas; seu aprendizado pessoal é com Gêmeos, trabalhar com a palavra, a comunicação do dia a dia; saber que a verdade está dentro de cada um. Jô Soares,  por sua vez, precisa aprender as características de Dilma (neste estágio, todos já aprenderam muito ou quase tudo). Já viram Jô Soares brigar para impor um ponto de vista seu? Pois é, para ele a verdade é relativa, cada um tem a sua, é o jeito dos comunicadores, dos escritores. Saem da superficialidade aprendendo com Sagitário (estudos e viagens).
Parece que a  Presidente estava no lugar certo, na hora certa com a pessoa certa.
Por um País melhor para todos.
13/10/2015
Inspirado no Estudo oferecido por Andrea Modesto em 1993, Signos Cármicos.
Os níveis são conceitos de Jung.
DIANA GONÇALVES
Enviado por DIANA GONÇALVES em 13/10/2015
Alterado em 13/10/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários