Dirce Carneiro por Diana Gonçalves
Pensamentos... palavras e poesia... em ação...querendo alçar voo, em mutação...
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Prêmios Livro de Visitas Contato Links
HUMILDADEXSIMPLICIDADE (Da Série "Quem Tem Medo De Se Ver?"
Dirce Carneiro
3 min · Editado ·
DA SÉRIE "QUEM TEM MEDO DE SE VER?"
E daí, acontece assim: Todo mundo mente, inventa, aumenta sobre si mesmo. Claro que o fazem para se valorizar, é eu para cá, eu para lá, eu faço, eu aconteço, um "selfie" desmedido. "Ah se fosse comigo", "Comigo isto não acontece", eu, eu, eu, eu, eu, eu, eu, eu, eu, eu, eu, eu, eu....e o Ego inflama, cresce, fica cada vez mais bonito, mais forte, mais ardiloso...
Sim, porque o ego tem suas armadilhas...ele tem medo de que enxerguemos a verdade, sobre nós mesmos e a realidade...
Por isso é um mau conselheiro... Enquanto nos ilude, ele reina absoluto...
Quem tem medo de se ver? Quem expõe suas fraquezas, suas limitações, sua falta de jeito, suas gafes, sua ignorância, aquelas vezes em que foi enganado, que sentiu vontade de que o chão se abrisse para abrigá-lo da vergonha sentida?
Um ilustre escritor disse mais ou menos isso, que me recorde: "Estou cansado de príncipes e excelências, será que não existe alguém, que uma vez na vida se sentiu uma merda?"
Socorro, quem lembrar quem é o poeta e a poesia, poste aqui. É um escritor português.
Porém, faço um alerta: não se trata de sabotar-se, ficar se diminuindo a título de humildade. Há momentos em que o indivíduo precisa vender sua imagem. Mas que seja a imagem aproximada do real. Nada de mentiras irremediáveis. Para conseguir um emprego, por exemplo, até vale um "domino razoavelmente, mas posso aperfeiçoar, estou disposto a aprender, se for necessário e tiver oportunidade"
Não perder de vista a humildade. Esclareço: humildade é diferente de Esclareço: humildade é diferente de simplismo, ser simplório ou ingênuo.
Simplicidade e ser autêntico conversam entre si.
Humildade é a verdade, reconhecer a verdade. Exemplo, se alguém tem o dom da música e é elogiado, nada de "dá para o gasto, é bondade sua", mas reconhecer que recebeu este dom e simplesmente agradecer, dizendo "obrigado". E se não tiver pudores de testemunhar a bondade divina, poderá até dizer: "Foi Deus quem me deu este dom, espero glorificá-lo com meu ofício"

*******

Poema em linha reta
Fernando Pessoa
(Álvaro de Campos)

Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil,
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
Indesculpavelmente sujo,
Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho,
Eu, que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
Que tenho sofrido enxovalhos e calado,
Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda;
Eu, que tenho sido cômico às criadas de hotel,
Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes,
Eu, que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar,
Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado
Para fora da possibilidade do soco;
Eu, que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
Eu verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo.

Toda a gente que eu conheço e que fala comigo
Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho,
Nunca foi senão príncipe - todos eles príncipes - na vida...

Quem me dera ouvir de alguém a voz humana
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia!
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
Ó príncipes, meus irmãos,

Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?

Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?

Poderão as mulheres não os terem amado,
Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca!
E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído,
Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear?
Eu, que venho sido vil, literalmente vil,
Vil no sentido mesquinho e infame da vileza.
DIANA GONÇALVES
Enviado por DIANA GONÇALVES em 03/08/2015
Alterado em 04/08/2015
Comentários